Como se comportar em provas de redação

Dicas de comportamento para a Hora H

Ilustra Régine Ferrandis Ilustra Régine Ferrandis

Você está na sala, ao lado de muitos candidatos, vai fazer a redação para pontuar bem no Enem ou se classificar no concurso para um emprego. Agora ou vai ou vai. Respire fundo. Encare a redação acreditando em você mesmo. Use e abuse da imaginação:

Imagine que você é um monge zen budista. Esvazie sua mente de todas as coisas. Principalmente, esqueça das últimas mensagens no seu smartphone. Aliás, olvide-se do seu smartphone. Concentre-se no tema da redação. Perceba o que de fato estão pedindo para você escrever. Não é o que você tem vontade de escrever. É o que estão demandando.

Imagine que você é um redator publicitário. Anote, na folha do rascunho, palavras ligadas ao tema. Isso leva o nome pomposo de cadeia semântica, mas é bem fácil de fazer. Por exemplo, se o tema for mobilidade urbana, escreva: trânsito, ir e vir, transporte público, bicicleta, carro elétrico, energia, cidade inteligente etc

Imagine que você é um jogador do Barcelona em final de campeonato. Não erre nos passes, isto é, encadeie uma ideia em outra. Seja prudente, crie parágrafos. Não cometa faltas de coesão e de coerência. E, pelo amor de Machado de Assis, não chute à toa. Seu objetivo é fazer gol.

Imagine que você é a pessoa mais precavida do mundo. Redija o primeiro rascunho. Leia. Veja o que é possível melhorar, seja na ideia, seja na expressão dessa ideia. Sempre dá para fazer mais. Releia sua cadeia semântica. Ficou algo importante de fora?

Imagine que você é um relojoeiro. Examine com lupa cada frase. Se tiver dúvida sobre a grafia de uma palavra, substitua por um sinônimo. Faça uma frase longa virar duas curtas. Reveja a divisão dos parágrafos. Cada parágrafo deve ter uma única ideia forte.

Imagine que você é o leitor. Está claro o que você expressou? Evite as generalizações. Exemplos: A humanidade é poluidora. O Planeta vai acabar. Nenhum político presta. Tente ser específico. Se for falar de energia alternativa, dê categorias: solar, eólica, biomassa.

Imagine que você é um cirurgião plástico. Atente para os detalhes. Confira as concordâncias verbal e nominal. Não cite dados e datas sem ter certeza. Nesses casos, é melhor omitir do que errar. Você não é obrigado a saber tudo, mas escreva só sobre o que sabe.

Imagine que você é o examinador. Passe a limpo sua redação com letra bem legível. Garrancho não ajuda nada (até médicos estão proibidos de garranchar). Não use letrinha, nem letrona. Use o bom senso. O examinador é o cara que vai dar a sua nota. Colabore com ele.

Pegue outras dicas no Blog Acelera Texto


Tags: , , ,

Comente

Deixe uma resposta

Antes de enviar, por favor resolva a questão: *