Particularize para universalizar

Escreva sobre a sua aldeia e seu texto será universal é a dica do Leon Tolstoi (1828-1910). Autor russo de clássicos, entre eles dois monumentos literários:…

Foto: Fernanda Pompeu Foto: Fernanda Pompeu

Escreva sobre a sua aldeia e seu texto será universal é a dica do Leon Tolstoi (1828-1910). Autor russo de clássicos, entre eles dois monumentos literários: Anna Karenina e Guerra e Paz. Ou seja, quer sensibilizar muitos leitores? Fale de um indivíduo (real ou fictício) e não de uma multidão.

Isso funciona também para a escolha de palavras. Melhor escrever: Minha terra tem palmeiras, do que minha terra tem árvores. Melhor: Vestiu uma camisa amarela, do que vestiu uma camisa colorida.

Assim como: Outro dia passando pela Pátio do Colégio é mais preciso do que Outro dia passando pelo centro. Confira que é mais forte: Ela pegou o ônibus sem se despedir. É mais fraco: Ela pegou o veículo sem se despedir.

É claro que a particularização não vale para todas as circunstâncias. Aqui cabe outra dica: Não existem regras fundamentalistas para a expressão escrita. Por exemplo: 13 milhões de desempregados é mais intenso do que 1 desempregado. Escrever é escolher. O tempo todo.


Tags: , , ,

Comente

4 respostas para “Particularize para universalizar”

  1. Silvana Moura disse:

    Bom dia,Fernanda!
    Que dicas valiosas! Enriquecer o texto é , de fato ,muito bom!
    Isso também explica o prazer em ler seus escritos, pois fluem deliciosamente por entre os detalhes que nos oferece.
    Parabéns!
    Abraços

  2. encarnação melgar disse:

    Bom dia, Fernanda.
    Gostei das dicas. Vou compartilhar.
    Beijos.

Deixe uma resposta